Afivele os cintos: 2020 começou

Updated: Aug 17





O otimismo do mercado na virada do ano foi abalado pela escalada de tensões no Oriente Médio após a morte do general Qasem Soleimani e a retaliação iraniana às bases americanas no Iraque. O mercado chacoalhou e o preço do petróleo subiu chegando a ser negociado acima dos US$ 70.


Entretanto, as tensões arrefeceram com as bolsas voltando a subir e o petróleo caindo a níveis pré-ataque após o discurso de Donald Trump.


O receio de um conflito abrangente afeta a economia brasileira em três aspectos. Primeiro, oscilações nos preços do petróleo e dólar causam choques inflacionários, reduzindo espaço para uma queda maior da taxa de juros. Isso, por sua vez, limita a recuperação da economia.


Segundo, ocorre maior oscilação nos preços de ativos como dólar e ações. Isso é importante ter em conta em um momento em que os investidores demandam mais ativos de riscos em virtude da queda da taxa de juros. É sempre bom lembrar que ativo de risco, como ações, podem gerar mais retorno, mas como o nome sugere também tem maior risco.


Terceiro, as exportações brasileiras podem sofrer com o agravamento de um conflito dessa natureza. O Irã é o 23º importador dos produtos brasileiros, incluindo itens como milho, soja e carne bovina e açúcar.


Mas, por ora, volta o otimismo. Especialmente com a perspectiva de um acordo EUA-China na próxima semana. A tendência é de alta, mas prepare-se para volatilidade. Em linguagem de piloto de avião, desfrute o voo, mas afivele o cinto de segurança e uma boa viagem em 2020!

Receba nossos conteúdos!
  • Twitter - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle