Como as eleições municipais podem afetar os investimentos em parcerias e concessões...

O segundo turno das eleições municipais do dia 29 de novembro merece atenção em algumas capitais. Projetos de PPP e concessões podem ser postergados ou acelerados a depender do candidato eleito.


O quadro 1 indica os projetos de PPP e concessão e em vermelho os candidatos que já se posicionaram contra as PPPs e concessões e em verde aqueles que sinalizaram implementar ou continuar as concessões.


Das três capitais que têm visões antagônicas sobre o tema, merece atenção a cidade de Belém, que ainda não teve pesquisa de segundo turno, mas o candidato contrário às concessões foi o único das três capitais a ser primeiro colocado no primeiro turno.


Fonte: São Paulo: pesquisa Datafolha; Porto Alegre: Paraná Pesquisa; Belém: TSE (resultado do primeiro turno). Sites de unidades de parcerias das prefeituras analisadas.



O que vai mexer com as expectativas econômicas na próxima semana...


i. A divulgação de dados do emprego formal para o mês de outubro na quinta e da taxa de desemprego para o 3º trimestre na sexta devem ser os principais assuntos da próxima semana. A tendência de aumento no desemprego deve continuar dado que a taxa de desemprego oficial subestima o número real, de 23,1% segundo cálculos da GO Associados;


ii. A Black Friday, uma das datas mais importantes para o comércio no ano ocorre na próxima semana, no dia 27. Apesar do contexto de pandemia, a Confederação Nacional do Comércio espera crescimento real de 1,8% nas vendas, movimentando um total de R$3,74 bilhões. O E-commerce deve crescer 61,4% na comparação com 2019.


iii. Na Câmara dos Deputados, havia previsão de votação da BR do Mar. Porém, os parlamentares foram dispensados para se dedicarem ao segundo turno das eleições municipais. O projeto que estabelece novas regras para a cabotagem tem enfrentado resistência de parlamentares da Região Norte e de caminhoneiros.


iv. A demora na formação da Comissão Mista Orçamentária (CMO) alimenta o temor de paralisação da máquina pública no início de 2021. Em anos normais a LDO seria aprovada até o recesso de meio de ano e no 2º semestre seria discutida a LOA (Lei Orçamentária Anual). Caso a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) não seja aprovada até o fim do ano, não há a liberação nem de 1/12 do orçamento total por mês, como prevê a Constituição.


v. Na terça será divulgado o IPCA-15. A projeção da GO Associados é de 0,65%. O resultado não deve alterar a perspectiva de política monetária dado que as projeções se encontram próximas da meta para 2021.





· No contexto internacional:

vi. As boas notícias em relação a vacina e as más notícias em relação a 2ª onda da Covid-19 devem continuar a causar volatilidade no mercado. Há o temor de que o feriado de Ação de Graças nos EUA na quinta possa acelerar ainda mais a contaminação pelo novo coronavírus.


vii. Os efeitos da 2ª onda sobre a atividade devem ser observados na segunda-feira com a divulgação das prévias dos Índices de Compras dos Gerentes (PMIs) para o mês de novembro para a Europa e EUA. Espera-se uma desaceleração na retomada nestas economias, mas com um efeito menor comparativa à 1ª onda.


7 views
Receba nossos conteúdos!
  • Twitter - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle