Boca de jacaré entre os preços ao consumidor e ao produtor abre ainda mais em setembro...









O chamado “índice do aluguel” que reajusta contratos de locação descolou da inflação oficial.


O mercado de locação está desaquecido, fazendo supor que deverá haver uma negociação entre proprietários e locatários.


O IGP-M registrou alta de 4,34% em setembro, acumulando alta de 14,4% no ano e 17,94% em 12 meses.


O IGP-M deve terminar 2020 próximo dos 20%. A projeção da GO Associados é de 18,30%.


Os três componentes do índice registraram alta, com destaque novamente para o índice de preços ao produtor (5,92%).


O IPC (índice de preços ao consumidor), subiu 0,64% e o índice nacional da construção civil 1,15%.


O preço da soja em grãos, +14,32% em setembro, a alta do câmbio e o preço da carne e dos alimentos em geral devem continuar pressionando o índice que serve de referência para reajuste dos aluguéis.


À medida que a atividade econômica é retomada, deve haver uma pressão sobre os preços ao consumidor.

15 views
Receba nossos conteúdos!
  • Twitter - Black Circle
  • Spotify - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle